CUIDADO COM A TRAVE

Categorias: Palavras do Pastor


116

Uma das grandes dificuldades que o pecado trouxe para a humanidade foi o julgamento. As pessoas julgam as outras o tempo todo. É a maneira de se vestir, é o modo de falar, é a maneira de se comportar, há sempre um argueiro no olho da outra pessoa.

Jesus tendo conhecimento disto instrui seus discípulos para não serem juízes, isto é, pessoas que julgam as outras pessoas, pois assim estão abrindo o precedente para que os outros façam o mesmo com elas. Veja: “NÃO julgueis, para que não sejais julgados” (Mateus 7:1).

A tendência de quem julga é usar um padrão muito alto, uma medida de perfeição que a busca é quase inalcançável. Jesus ensina que pessoas assim, que julgam com uma medida muito alta, irão ser cobradas da mesma maneira que julgam, veja: “Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos tornarão a medir” (Mateus 7:2).

O problema apresentado é que as pessoas que julgam, não fazem o julgamento de si mesmas, por acreditarem que estão acima de qualquer julgamento. Então Jesus disse: “E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?” (Mateus 7:3).

A grande lição que Jesus dá aos seus discípulos é que jamais uma pessoa poderá ajudar seu irmão se não começar a cuidar da sua vida primeiro. É muito fácil ver os erros das outras pessoas e deixar passar os erros próprios despercebidos. Jesus então ensina a olhar primeiro para os próprios erros, isto é, fazer uma auto análise antes de querer ajudar os nossos irmãos, pois podemos estar vendo um pequeno graveto na vida de nossos irmãos e não estamos percebendo uma grande trave cravada em nossas vistas. É isto o que Jesus está dizendo, veja: “Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, e eis uma trave no teu olho?” (Mateus 7:4).

Jesus usa um adjetivo para classificar as pessoas que olham para os erros dos outros e não olham para os seus próprios erros, as chamando de “Hipócritas…” (Mateus 7:5a).

A solução que muitos diriam é: cada um deve cuidar de sua vida. Isto é verdade, pois devemos cuidar das nossas próprias vidas e consertar nossos próprios erros. No entanto, Jesus nos ensina que podemos ir além, podemos ajudar nossos irmãos quando tiramos a trave que está diante de nós, pois assim veremos melhor para ajudar aquele que vemos que está caindo em algum erro. Jesus disse: “… tira primeiro a trave do teu olho, e então verás claramente para tirar o argueiro do olho do teu irmão” (Mateus 7:5a).

O que Jesus está dizendo é: Antes de olhar para o argueiro do teu irmão, tome cuidado com a trave do teu olho.

Pastor Éverton de Castro

Autor: tbmaparecida