CUIDADO, FALSO PROFETA!

Categorias: Palavras do Pastor

como-ler-bibliaBiblicamente o profeta era um mestre infalível com autoridade para falar em nome de Deus. A missão era confirmada por sinais extraordinários, pelo cumprimento de suas palavras e pelo valor de suas doutrinas, cuja autoridade era mantida por Deus, dando execução de suas ameaças sobre os ímpios e desobedientes.

Duas eram as exigências para distinguir um falso profeta do verdadeiro, seus ensinamentos e o cumprimento de suas predições. Um profeta para cair em descrédito do povo Bíblico bastava uma predição não cumprida para receber o título de falso profeta, que jamais poderia ser retirado de sua vida, veja: “Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele” (Dt 18:22). Tamanha era a seriedade, que se um profeta falasse em seu nome ou algo que Deus não disse ele deveria morrer. Isto não era para colocar mordaça na boca do povo, mas para que a mentira não fosse propagada.

Jesus, alertou os seus ouvintes a terem cuidado, pois surgiriam falsos profetas vestidos de piedade, tendo o discursos de comiseração aos necessitados, mas que seriam ladrões impiedosos, veja: “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores” (Mt 7:15). Tamanha seria a desenvolturas desses falsos profetas com suas palavras, que conseguiriam arrastar multidões com seus enganos e mentiras, veja: “E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos” (Mt 24:11).

Os falsos profetas andam sempre juntos com os falsos cristãos, pois são contrários a Deus e as seus ensinamentos. O pressuposto apresentado por tais é que Deus escraviza o homem e que eles querem trazer a liberdade de uma sociedade arcaica. Jesus alertou que o poder de persuasão de tais pessoas seriam grande, pois usariam de grande sinais e prodígios para alcançar seus objetivos, veja: “Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos” (Mt 24:24). A grande verdade contida aqui é que os salvos, os filhos de Deus, não serão enganados, mas no cenário presente, descobrimos que há muitos enganados que se acham salvos.

Pedro nos alerta que os falsos profetas que eram vistos no passado serão os falsos doutores de nossos dias. Pessoas que se escondem atrás de seus diplomas para introduzir mentiras encobertas com o propósito de levar o povo a perdição, veja: “E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição” (II Pd 2:1). Tais pessoas farão questão de negar a pessoa de Jesus Cristo, e tudo isto ocorre por trás do “cientificamente não provado”.

Não acredite em tudo o que ouve, vê ou lê, seja criterioso, sempre passe pelo crivo da Palavra de Deus, pois Deus não deseja que seu povo seja enganado. “AMADOS, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo” (I Jo 4:1). Cuidado com as fakeNews dos falsos profetas.

 

Pastor Éverton de Castro

Autor: tbmaparecida